Botão-de-água (Cotula australis (Sieber ex Spreng) Hook f.

flora silvestre portuguesa

Espécie: Cotula australis (Sieber ex Spreng) Hook f.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Sinonímia: Anacyclus australis Sieber ex Spreng.
Nomes comuns: Botão-de-água, margarida-da-austrália.
English name: Southern waterbutton.

Como pequenas pérolas que flutuam acima de um tufo verde, este simpático neófito chegou a Portugal em meados do século XX, vindo de terras do Sul, e parece ter gostado dos solos e do clima desta e de outras nações do Ocidente europeu.

Identificação: É facilmente identificável devido às suas reduzidas dimensões. De crescimento erecto ou prostrado, algo pubescente, raramente ultrapassa os 10 cm de altura. Apresenta folhas verde-escuras, muito divididas que não vão além dos 2cm de comprimento por 10mm de largura com 3 a 7 lóbulos. Os capítulos, de cerca de 4mm de diâmetro, surgem nas extremidades de pedúnculos finos e erectos; são de um tom amarelo-pálido esverdeado, sem pétalas marginais e ultrapassados pelas brácteas. O fruto é um aquénio alado com 1mm de largura.

Tipo fisionómico: Terófito/hemicriptófito.

Distribuição: Originário da Austrália e Nova Zelândia, é hoje uma espécie sub-cosmopolita.

Habitat: Margens de caminhos, ruderais, margens de bosques, preferencialmente em locais húmidos e de sombra parcial.

Floração: Março-Agosto.

Princípios activos: Quercitina, isorhamnetin 5-O-glucoside.

Propriedades: Decorativa. Não apresenta toxicidade considerável. Esta espécie encontra-se actualmente em estudo.

Partes usadas: Toda a planta.

Usos: Pouco habitual como erva decorativa, pode no entanto dotar um jardim com uma boa dose de originalidade. Por estar adaptada à sombra, pode ser usada para preencimento de espaços entre caméfitos.

Curiosidades: Uma parente próxima, a C. coronopifida, instalou-se em sapais onde se tornou infestante e problemática, como nos casos da Ria de Aveiro e do Rio Cávado. Já a espécie aqui tratada não tem levantado problemas até ao momento.

Não sendo tóxica, ainda assim o gado evita-a.

Chegou a Inglaterra nos anos ’80.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Asteráceas com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Botão-de-água (Cotula australis (Sieber ex Spreng) Hook f.

  1. Pingback: Asteraceae (Asteráceas/Compostas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s