Cardo-roxo (Galactites tomentosa (L.) Moench.)

flora silvestra portuguesa

Espécie: Galactites tomentosa (L.) Moench.
Divisão: Magnoliphytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Sinonímia: Carduus galactites (L.) Chaub.
Nomes comuns: Cardo-roxo, cardo-centáurea.
English name: Purple milk thistle.

Indicadores de solos nitrófilos, os cardos-roxos são também preciosas fontes de néctar.

Identificação: A espécie Galactites tomentosa (cardo-roxo), é um pouco menos áspera que os cardos comuns. De crescimento erecto até cerca de 80 cm, apresenta folhas estreitas, longas e lanceoladas, profundamente dentadas e aculeadas. O caule geralmente ramifica-se no topo, onde brotam os capítulos lilases, por vezes rosáceos e com flores centrais mais claras, pedunculados e com cerca de 4cm de diâmetro. As flores são hermafroditas e tubulares. Os receptáculos apresentam brácteas muito vilosas, com pêlos compridos, um factor que auxilia na sua distinção.

Tipo fisionómico: Terófito/hemicriptófito.

Distribuição: Bacia mediterrânica e costa ocidental europeia.

Habitat: Solos ricos em matéria orgânica, locais soalheiros, ruderais e valas.

Floração: Primavera-Verão.

Princípios activos: Quercitina, luteolina, sais minerais, vitamina C.

Propriedades: Nutritiva e melífera.

Partes usadas: Folhas jovens e rebentos (alimentação).

Usos: Gastronómico e apícola.

Curiosidade: Em inglês, o cardo-roxo é também conhecido por “cardo-comestível” (edible thistle).

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Asteráceas com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s