Centáureas (Centaurea spp.)

Flora Silvestre Portuguesa

Espécie: Centaurea sphaerocephala L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Sinonímia: Não encontrada
Nomes comuns: Centáurea, lóios-ásperos.
English name: Rough star thistle.

São inúmeras e variadas, habitam locais soalheiros e enchem as paisagens de cor, desde os rosa-avermelhados até ao branco, passando pelos azuis, amarelos  e lilases. Mas delas podemos obter muito mais do que beleza.

Identificação: Por vezes parecidas com os cardos, porém pouco ou nada espinhosas, erectas ou prostradas, as centáureas crescem a partir de rosetas de folhas basais verde-escuras. As folhas são em geral profundamente recortadas, por vezes até à ráquis. Os capítulos, brancos, amarelos, azuis ou violáceos, por vezes vermelhos, surgem solitários nas extremidades dos caules ou menos frequentemente em pequenos grupos. A espécie Centaurea Centaurea sphaerocephala L., de crescimento algo prostrado, exibe folhas oblanceoladas, mais largas que nas outras espécies, de ápice acuminado e margem ligeiramente dentada, ondulada ou lisa; os capítulos são quase sempre lilases, sendo que as flores da coroa externa se apresentam mais lassas que as centrais.

flora silvestre portuguesa

Espécie: Centaurea pullata L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Sinonímia: Melanoloma pullatum (L.) Fourr.
Nomes comuns: Centáurea-parda, rapôntico-da-terra.
English name: Purple Knapweed.

A C. pullata, mais frequente, é talvez a mais bela. Hemicriptófita, os seus capítulos brancos ou violáceos, de flores externas muito lassas e mais ou menos espaçadas entre si, surgem em círculo do interior de uma roseta de folhas dentadas, desprovidas de espinhos e algo vilosas junto ao pecíolo.

Flora silvestre portuguesa

Espécie: Centaurea calcitrapa L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Sinonímia: Centaurea myacantha DC.
Nomes comuns: Centáurea-calcitrapa, cardo-estrelado.
English name: Starthistle.

A C. calcitrapa, podendo chegar aos 80 cm, erecta ou prostrada, apresenta uma roseta de folhas basais profundamente dentadas e de lóbulos lanceolados, mais estreitos nas folhas superiores, e capítulos rosados ou lilases, ovóides, com brácteas involucrais de ápice longo e acuminado, e que em geral se agrupam em pequenos corimbos.

A C. melitensis L., mais conhecida por “beija-mão” ou “centáurea-de malta”, frequentadora do arribas costeiras e solos calcários de um modo geral, muito presente no sul da Europa, já que tem como berça a ilha de Malta, é um caméfito/terófito de caules finos, crescimento erecto, e apresenta capítulos amarelos, solitários ou ramificados, com brácteas espinhosas, folhas estreitas, inteiras e alternas.

Os frutos das centáureas são cípselas.

Flora silvestre portuguesa

Espécie: Centaurea melitensis L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Sinonímia: Não encontrada.
Nomes comuns: Centáurea-de-malta, beija-mão.
English name: Maltese star thistle.

Tipo fisionómico: Terófitos/hemicriptófitos ou caméfitos.

Distribuição: Europa, com particular incidência na bacia do Mediterrâneo.

Habitat: Ruderais, margens ripícolas, caminhos, ruínas, bordadura de bosques.

Princípios activos: Lactonas sesquiterpénicas, entre elas a centaurina; flavonóides (astragalósido, luteolósido e rutósido) e potássio.

A C. calcitrapa contém ácido calcitrápico e beta-sitosterol. A C. melitensis contém flavonóides, ácidos fenólicos, melitensina e lactonas sesquiterpénicas.

Propriedades: A C. calcitrapa é anti-fúngica, anti-bacteriana, anti-pirética, hipoglucemiante e diurética. A C. melitensis é antibiótica, anti-tumoral e igualmente febrífuga e hipoglucemiante.

Partes usadas: Capítulos e folhas.

flora silvestre portuguesa

Centaurea pullata L. var. branca

Usos: As duas espécies com maior actividade anti-bacteriana são, como já se percebeu, a C. calcitrapa e a C. melitensis. A primeira está indicada em caso de diabetes, gripes e constipações, enquanto a segunda é usada no combate a tumores, como antibiótica e como coalhante do leite para o fabrico de queijos.

Curiosidades: Existe certa confusão com a centáurea-menor, também conhecida como fel-da-terra (Centaurium erythraea) uma herbácea da família das Gencianáceas e que nada tem em comum com a centáurea-maior ou com os cardos, a não ser o nome pelo qual é conhecida.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Asteráceas com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Centáureas (Centaurea spp.)

  1. Pingback: Asteraceae (Asteráceas/Compostas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s