Erva-da-moda (Galinsoga quadriradiata Ruiz & Pav.)

Flora silvestre portuguesa

Espécie: Galinsoga quadriradiata Ruiz & Pav.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae (Compostas)
Sinonímia: Galinsoga aristulata; Galinsoga ciliata.
Nomes comuns: Erva-da-moda, galinsoga.
English names: Gallant soldier.

A erva-daninha que em finais do século XVIII foi moda nos jardins botânicos ingleses, não sendo infestante tornou-se, todavia, subespontânea no Ocidente europeu.

Identificação: Herbácea pubescente, de crescimento erecto ou prostrado, muito ramificada desde a base, apresenta folhas deltóides e de margem crenada ou serrada. Os capítulos são diminutos (cerca de 2mm de diâmetro), amarelos e pentâmeros, de pétalas brancas trilobadas e distanciadas entre si. Frequentemente encontra-se em associação com a Galinsoga parviflora, cujas folhas são um pouco mais estreitas e os capítulos raramente ultrapassam 1mm de diâmtro. O fruto é uma cipsela em ambos os casos.

Tipo fisionómico: Terófito.

Distribuição: Originária do Perú, encontra-se hoje disseminada pelo Ocidente europeu e Mediterrâneo.

Habitat: Surge em calçadas, margens de caminhos, ruderais, ruínas.

Floração: Verão-Outono.

Princípios activos: Flavonóides, vitamina C, cálcio, proteínas, ferro, magnésio, potássio e fósforo.

Propriedades: Condimentar, forrageira, melífera, adstringente, hemostática, anti-inflamatória, depurativa e vulnerária.

Partes usadas: Capítulos, folhas e caules.

Usos: Secos, em gastronomia os capítulos e as folhas são usados como condimento. As folhas podem ser consumidas cruas em saladas ou cozinhadas em sopas ou estufados, ou utilizadas na preparação de bebidas juntamente com frutos. Medicinalmente pode ser aplicada como cicatrizante e anti-urticante, à semelhança da labaça. A medicina chinesa prescreve a decocção dos capítulos como tónico ocular (uso externo) e hepático (uso interno).

Curiosidades: Na Colômbia, onde é endémica ou arqueófita, é conhecida sob o nome de guasca e usada como condimento em pratos típicos como o ajiaco e o sancocho.

Apesar de descrita como tendo cinco pétalas brancas lobadas, alguns exemplares apresentam um número maior ou menor, o que corresponde a uma anomalia genética.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Asteráceas com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Erva-da-moda (Galinsoga quadriradiata Ruiz & Pav.)

  1. Pingback: Asteraceae (Asteráceas/Compostas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s