Cicuta-maior (Conium maculatum L.)

Flora silvestre portuguesa

Espécie: Conium maculatum L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Apiales
Família: Umbelíferas (Apiáceas)
Sinonímia: Conium ceretanicum Sennen;
Conium leiocarpum (Boiss.) Stapf.;
Cicuta major Lam.;
Cicuta officinalis Crantz;
Conium cicuta Neck.
Conium maculosum Pall.;
Coriandrum cicuta Crantz;
Coriandrum maculatum (L.) Roth;
Selinum conium (Vest) E.L.Krause
Sium conium Vest.
Nomes comuns: Cicuta, cicuta-maior, manjar-do-diabo.
English names: Poison hemlock, Devil’s Bread, Devil’s Porridge.

Acusado de desviar a juventude da actividade militar, tão necessária à guerra contra os Persas, e de impiedade em relação aos deuses, Sócrates foi condenado à morte em 399 a.C.. A cicuta-maior viria a ser o seu carrasco…

Identificação: Herbácea perene que pode chegar a atingir cerca de 2 metros de altura. De caule oco, estriado e manchado de vermelho, folhas divididas em dois segmentes lanceolados e sectos. Umbelas muito brancas de pequenas flores de 5 pétalas. O seu odor é inconfundível, extremamente desagradável como convém a uma planta assaz venenosa.

Tipo fisionómico: Terófito.

Distribuição: Europa, sobretudo nas regiões mediterrânicas, e Ásia Menor. Encontramo-la em matagais, orlas das florestas, margens de rios, ruínas, ruderais.

Floração: Maio/Junho. Ântese de Abril a Setembro.

Princípios activos: Cicutina, coniina (alcalóides).

Partes usadas: Folhas.

Usos: Por ser neurotóxica (uma chávena de infusão mata em apenas meia hora), a cicuta pode por outro lado salvar vidas. As folhas aplicadas sobre feridas infectadas, com pus e que se recusam a cicatrizar, são o melhor remédio possível.

Curiosidades: A cicuta foi muito usada ao longo da História, não apenas como veneno, mas sobretudo na cura da gangrena, devido ao seu alto valor antimicrobiano. O seu nome latino deriva do Grego konion que significa “matar”.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apiáceas com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Cicuta-maior (Conium maculatum L.)

  1. Pingback: Apiaceae (Umbelíferas/Apiáceas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s