Funcho-amargo (Foeniculum vulgare Mill.)

flora silvestre portuguesa

Espécie: Foeniculum vulgare Mill.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Apiales
Família: Apiáceas (umbelíferas)
Sinonímia: Anethum foeniculum L., Foeniculum capillaceum Gilib., Foeniculum officinale All., Foeniculum ssp. piperitum (Ucria) Bég.
Nomes vernáculos: Funcho, funcho-amargo, funcho-bravio, funcho-hortense, fiôlho.
English names: Fennel.hop’s w

Célebre pela sua reputação mágica, o funcho atravessou a História pelas mãos das feiticeiras e daqueles que acreditaram poder afastá-las com o aroma intenso e sadio que esta notável planta exala. Mas nem só de sortilégios se fez o seu caminho. O Funcho é e sempre será uma das mais comuns e importantes ervas medicinais que temos ao nosso dispor na Natureza.

Identificação: Herbácea bienal ou perene, de folhas que podem variar entre o verde-claro e o escuro, divididas e de aspecto lanceolado. Cada segmento apresenta-se finamente dividido, criando tufos densos semelhantes a cabelos. Toda a planta é glabra, de aroma intenso e agradável, semelhante ao do anis. Caules glaucos e lisos. As flores amarelas, organizam-se em umbelas compostas, de 4 a 30 raios. Os seus pseudo-frutos são oblongos e acinzentados.

Tipo fisionómico: Hemicriptófito/terófito.

Distribuição: Espontânea em toda a Europa, principalmente na Europa Mediterrânica.

Habitat: Ruderais, zonas ripícolas, matagais, matos e terrenos incultos e soalheiros. A variedade dulce é normalmente cultivada para efeitos medicinais e condimentares.

Floração: Maio/Agosto.

Princípios activos: Anetol, fenchona (tóxicos), óleo essencial, sais minerais, glícidos e proteínas, cumarinas, flavonóides, umbeliferona, bergapteno, hidrocarbonetos monoterpénicos, polissacáridos, entre outros.

Propriedades: Expectorante, anti-tússico e anti-séptico. A raiz é diurética.

Partes usadas: Toda a planta, consoante a finalidade.flora silvestre portuguesa

Usos: A variedade dulce é preferível à amara, uma vez que possui menor percentagem de fenchona e de anetol, os quais podem tornar-se tóxicos em maiores quantidades. Internamente, é frequentemente usado em casos de flatulência, cólicas, tosse, intoxicações alimentares, hérnias, amenorreia e dismenorreia. Externamente é empregue em infecções oculares e das mucosas. É ainda usado em culinária, sobretudo na doçaria e como erva-aromática em sopas e em pratos à base de peixe.

Utiliza-se sob a forma de cremes, loções, infusões, tinturas, cataplasmas, sabonetes e xaropes. Não deve ser usado em crianças menores de 10 anos, uma vez que pode desencadear síndromas com hiperestrogenismo.

Curiosidades: Durante a Idade Média existiu a crença de que o funcho tinha o poder de afastar as bruxas, da mesma forma que o alho afastava os vampiros. Facto ainda mais curioso, é o paradoxo gerado por esta crença, uma vez que as mulheres que eram tidas como “bruxas”, muitas vezes serviam-se desta planta de alto valor medicinal para ajudarem quem as procurava…

Paracelso indica o funcho como digestivo e aconselha os seus frutos como galactogogos. O médico renascentista reconhece igualmente o valor diurético das raízes desta planta. Na sua Botânica Oculta, refere o funcho como sendo quente e húmido, ligado aos signos zodiacais de Peixes e Aquário.

Talvez por ser considerado mágico, recomendava-se a sua sementeira durante a primeira Lua Nova da Primavera.

O funcho entra na composição de diversos licores, como o “Madame de Sévigné”.

O adjectivo foeniculum significa em latim “pequeno funcho”.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apiáceas com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Funcho-amargo (Foeniculum vulgare Mill.)

  1. Pingback: Apiaceae (Umbelíferas/Apiáceas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s