Cardamine (Cardamine hirsuta L.)

flores silvestres

Espécie: Cardamine hirsuta L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Capparales
Família: Crucíferas (Brassicáceas)
Sinonímia: Não encontrada.
Nomes comuns: Agrião-canário, cardamine, cardamina-pilosa, enxadeira.
English name: Cardamine.

Delicada habitante das calçadas, dos lugares húmidos e sombrios, a cardamine foi em tempos muito procurada por herbalistas e curandeiras. Hoje, é só mais um nome numa vasta lista de «ilustres desconhecidos» de quem por eles passa e sem querer os pisa.

Identificação: Pequena herbácea anual, de caules finos, folhas verde-claras, divididas, cujo segmento apicial apresenta sempre uma maior dimensão comparativamente aos outros, espatulados e suavemente lobados. Flores exíguas, de quatro pétalas brancas, reunidas em panículas lassas. O fruto é uma vagem deiscente e erecta.

Tipo fisionómico: Terófito.

Distribuição: Sub-cosmopolita.

Habitat: Ruderal, rupícola e ripícola. Clareiras húmidas, ruínas, muros, terrenos cultivados ou incultos, taludes, margens de caminhos.

Floração: Janeiro-Junho.

Princípios activos: Flavonóides, vitaminas A, C e D, sódio, iodo e enzimas.

Propriedades: Anti-escorbútica, expectorante e nutritiva.

Partes usadas: Talos e folhas.

Usos: Usada em gastronomia na preparação de sopas e saladas. A medicina tradicional prescreve-a para o tratamento de cistite, litíases renais, dermatites seborreicas e alopecia. Pode ser tomada sob a forma de xarope.

Curiosidades: Embora nutritiva e vitamínica, a página inferior das folhas da cardamine são susceptíveis de albergar insectos e parasitas, pelo que o seu uso requer alguns cuidados extra de higiene. Antes de ser usada quer crua quer cozida, a planta deve ser muito bem lavada e deixada de molho em vinagre durante pelo menos uma hora.

Este género comporta cerca de 120 espécies, três das quais são endémicas da Península Ibérica (C. hirsuta, C. pratensis e C. sylvatica).

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Brassicáceas com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Cardamine (Cardamine hirsuta L.)

  1. Pingback: Brassicaceae (Brassicáceas/Crucíferas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s