Umbigo-de-vénus (Umbilicus rupestris L.)

flora silvestre

Espécie: Umbilicus rupestris L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Caryophyllales
Família: Crassulaceae
Sinonímia: Cotyledon umbilicos-veneris.
Nomes vulgares: Umbigo-de-vénus, umbigo-ruprestre, coicilhos, cochilhos (Sabugal).
English name: Navelwort.

Mais do que o umbigo de uma deusa romana, as suas folhas omfalóides representam a força telúrica do chão que as alimenta, à sombra de ruínas ou na penumbra de bosques antigos.

Identificação: De folhas verde-claras, circulares e de margem irregular, o umbigo-de-vénus facilmente se identifica pelo seu rácimo de flores verde-claras, do mesmo tom das folhas, ligeiramente rosadas depois da ântese, urceoladas e pêndulas, providas de 10 estames e nectários. Raramente ultrapassa os 50 cm de altura.

Tipo Fisionómico: Terófito.

Distribuição: Europa mediterrânica, Norte de África e Macaronésia.

Habitat: Solos pobres, rochosos, paredes, telhados, muros velhos, ruínas, locais húmidos e sombrios. Ripícola.

Floração: Abril-Junho.

Princípios activos: Ceras, fotosterina, trimetilamina, sais minerais, água.

Propriedades: Comestível, cicatrizante, anti-séptica, lenitiva, hepatoprotectora, dermoprotectora, adstringente, analgésica, diurética e vulnerária.

Partes usadas: Folhas.

Usos: Empregue em todo o tipo de problemas dermatológicos, como eczema, dermatites, queimaduras, furúnculos, feridas, calos e psoríase (cremes, óleos, loções e cataplasmas a partir do suco das folhas). Utilizada igualmente em otites, litíases renais, hemorroidal e hidropsia (infusão das folhas).

Para além dos usos medicinais, as folhas são comestíveis, cruas ou cozidas, muito apreciadas como tempero em saladas.

Curiosidades:  O seu nome umbilicus significa «umbigo» em latim, dada a forma peculiar das suas folhas. O epíteto rupestris, «das paredes» refere-se ao seu habitat mais comum. Esta planta acha-se ligada simbolicamente à nudez da deusa Vénus e à Lua, fria e húmida. Os Romanos foram, assim, os primeiros a associá-la ao amor.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Crassuláceas com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Umbigo-de-vénus (Umbilicus rupestris L.)

  1. Pingback: Crassulaceae (Crassuláceas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s