Iris-pé-de-burro (Gynandriris sisyrinchium L.)

flora silvestre

Espécie: Gynandriris sisyrinchium L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Liliopsidas
Ordem: Asparagales
Família: Iridáceas (Moráceas)
Sinonímia: Iris sisyrinchium L. Moraea sisyrinchium (L.) Ker. Gawl.
Nomes comuns: Íris, pés-de-burro, patas-de-burro, ginandrire-revestida; lírio-roxo-pequeno; maios-pequenos; pé-de-burrico.
English name: Blue-eyed grasses.

Alada e célere, Iris é a enviada de Zeus e de Hera na Mitologia Grega. Hermes no feminino, traz consigo um caduceu, a vara das duas serpentes, dos dois caminhos. Ela representa a união do Céu e da Terra, a estrada que liga os deuses aos homens, o plano inteligível do espírito ao plano sensível da matéria. Hesíodo apresenta-a como filha de Taumas, o espanto, e de Electra, o âmbar. Pertencente à raça de Oceano, é irmã das Hárpias. Diversos mitos representam-na como mãe de Eros, o Amor, e esposa de Zéfiro, o Vento suave do Ocidente. Agarrados aos seus pés, traz pedaços do arco do Sol quando à Terra vem entregar mensagens aos homens. Belas flores coloridas brotam, então, do seu caminhar.

Identificação: As delicadas flores azuis de 6 tépalas surgem entre Março e Maio e parecem brotar directamente do solo. As três tépalas exteriores apresentam uma mancha branca ou branca e amarela, ao passo que as tépalas internas são erectas, lanceoladas e completamente azuis. A Gynandriris não ultrapassa os 15/20 cm de altura. A raíz é particularmente aromática.

Tipo Fisionómico: Geófito.

Distribuição: Europa e Ásia.

Habitat: Terrenos incultos, ruderais, hortas, pastagens, solos alcalinos, locais soalheiros, clareiras de bosques.

Floração: Abril/Maio.

Princípios activos: Flavonóides e alcalóides não especificados.

Propriedades: Anti-tússica, vermífuga, odorífera.

Partes usadas: Planta completa, sobretudo a raíz.

Usos: Perfumaria. A espécie mais utilizada é a Iris germanica var. florentina (L.) Dykes e é empregue principalmente no tratamento de infecções respiratórias, estomacais, e epilepsia. Em perfumaria dá-se-lhe o nome de orris, que é obtido a partir do rizoma e deixado em maturação durante cerca de cinco anos. Esta fragrância, a par da do alecrim, da do mel e da canela, entrava na composição de vários filtros de amor da Antiguidade Clássica e época medieval.

Curiosidades: No Japão, é-lhe atribuído um papel purificador e protector. No dia 5 de Maio, os Japonese tomam banho de flores de íris para atrairem a boa-sorte. De acordo com Ogrizek, no Japão as íris são plantadas nos telhados de colmo como protecção contra incêndios e mau-olhado (Ogrizek, 1954). O seu nome científico, Gynandriris, refere-se ao Grego gyn (feminino) e andros (masculino), devido ao facto de o pistilo e dos estames estarem unidos. Sisyrinchium vem do Grego sys, porco, e rhynchos, nariz, por ser hábito destes animais foçarem nas suas raízes.

De acordo com a Botânica Oculta de Paracelso, as íris colhidas na hora de Vénus e colocadas debaixo das almofadas das crianças fá-las-ão ter sonhos proféticos.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Iridáceas com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Iris-pé-de-burro (Gynandriris sisyrinchium L.)

  1. Pingback: Iridaceae (Iridáceas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s