Pimpinela-menor (Sanguisorba verrucosa (Link ex G. Don) Ces.)

flora silvestre

Espécie: Sanguisorba verrucosa (Link ex G. Don) Ces.
Divisão: Magnoliphytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Rosales
Família: Rosáceas
Sinonímia: Poterium magnolii Spach.; Poterium spachianum Coss.; Sanguisorba ancistroides Sensu P. Cout.
Nomes vernáculos: Pimpinela, pimpinela-pequena.
English name: Garden burnet.

Também conhecida por “sanguisorba”, esta planta de aspecto invulgar, muito usada em tempos idos para tratar diarreias e estancar o sangue, era a favorita de Francis Bacon. Actualmente, eu diria que é uma das melhores amigas que podemos encontrar nos prados e nas margens dos caminhos.

Identificação: Planta herbácea que pode atingir cerca de 1 metro de altura. Apresenta caules finos, por vezes lenhosos na base, folhas divididas, de segmentos estreitos, por vezes arredondados, e serrados. Flores de cor verde rosada ou avermelhada apinhadas no topo do caule, sendo as superiores femininas e as inferiores masculinas.

Tipo fisionómico: Hemicriptófito.flora silvestre

Distribuição: Europa, Ásia Menor até ao Afeganistão e Norte de África.

Habitat: Florestas, zonas ripícolas, relvados húmidos. Prefere lugares sombrios e húmidos.

Floração: Abril/Julho.

Princípios activos: Taninos (ácido sanguisórbico), vitamina C, ácidos fenólicos, catequinas.

Partes usadas: Raízes e folhas.

Propriedades: Hemostática, antiemética, diurética, digestiva, adstringente (folhas e raízes), cardiotónica e anti-reumatismal.

Usos: A sua principal aplicação é nas dores reumáticas (folhas). Foram obtidos bons resultados no tratamento de diarreias graves com hemorragia e em casos de flatulência acentuada. Externamente é usada como cicatrizante em feridas e úlceras. Também empregue em casos de decadência dental e sangramento das gengivas, bem como queimaduras solares. Segundo o botânico John Gerard, o consumo das flores faz bem ao coração.

Infusão para uso interno e externo (loção).

Curiosidades: As folhas e os rebentos podem ser consumidos em sopas e saladas, quando colhidos antes da floração. O seu sabor assemelha-se ao do pepino.

A designação “sanguisorba” deriva do Latim e significa “que absorve o sangue”.

A História conta-nos que alguns soldados americanos da Guerra da Independência tinham por hábito beber tisanas desta planta para não sangrarem até à morte caso fossem feridos.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Rosáceas com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Pimpinela-menor (Sanguisorba verrucosa (Link ex G. Don) Ces.)

  1. Pingback: Rosaceae (Rosáceas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s