Parietária (Parietaria judaica L.)

flora silvestre

Espécie: Parietaria judaica L.
Divisão: Magnoliophytas
Classe: Magnoliopsidas
Ordem: Rosales
Família: Urticaceae
Sinonímia: Parietaria punctata Willd; Parietaria ramiflora Moench.
Nomes vulgares: Parietária, alfavaca-da-cobra, bredos, urtiga-morta, urtiga-mansa, erva-fura-paredes, fava-da-cova, amarras, erva-das-muralhas, erva-de-nossa-senhora, helxina, pulitária, tiritana.
English name: Pellitory of the walls

Conhecida por derrubar muralhas, a parietária é uma frequentadora assídua de muros degradados e lugares esquecidos que os humanos deixaram para trás. Longe de ser responsável pela degradação das velhas construções onde se instala, esta erva tem muito para nos oferecer.  

Identificação: Herbácea perene, glabrescente, de crescimento erecto que raramente ultrapassa os 60 cm de altura. Apresenta folhas simples, lanceoladas, alternas e pecioladas. As flores, diminutas, surgem agrupadas nas axilas das folhas, o que lhe confere uma aparência nodosa. Não urticante.

Tipo Fisionómico: Caméfito.

Distribuição: Europa ocidental e mediterrânica, sudoeste asiático. Introduzida como planta medicinal e aromática nos EUA.

Habitat: Rupícola, encontramo-la com frequência em ruínas, bermas de caminhos, muros, locais sombrios ou de sombra parcial, terrenos pedregosos e pouco profundos.

Floração: Março-Setembro.

Princípios activos: Ácido tânico, mucilagem, nitrato de potássio.

Propriedades: Anti-hemorroidal, anti-artrítica, depurativa, emoliente, expectorante, laxante, vulnerária, tónica cerebral, adstringente,

Partes usadas: Toda a planta.

Usos: Sob a forma de infusão ou óleo é usada no tratamento do hemorroidal. Em conjunto com o dente-de-leão, bagas de zimbro e cevada, trata eficazmente a blenorreia. Igualmente eficaz no tratamento da cistite, bronquite e tosses catarrais, escarlatina, hidropsia, prostatite, nefrite, cólicas hepáticas, cancro e tumores, dores cervicais, hepatite, ferimentos, furúnculos e inflamação das cordas vocais.

Curiosidades: A parietária é igualmente usada no tratamento de mordeduras de víbora, daí ser comummente conhecida por «alfavaca-da-cobra».

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Urticáceas com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Parietária (Parietaria judaica L.)

  1. Pingback: Urticaceae (Urticáceas) | Herbalist

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s