Arquivo da Categoria: Escrofulariáceas

Verónica (Veronica persica L.)

Pode até possuir múltiplos rostos, mas o seu carácter é constante. Identificação: Integrada por alguns autores na família das Plantagináceas, esta é uma herbácea de crescimento semi-prostrado, ligeiramente vilosa, de folhas lobadas/serradas, alternas e agrupadas em cimeiras de onde desponta … Continuar a ler

Publicado em Escrofulariáceas | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Verbasco (Verbascum sinuatum L.)

Uma planta bem conhecida da medicina popular desde longa data… Identificação: Herbácea bianual, de crescimento erecto, que pode chegar a atingir cerca de 1.50 m de altura. Pubescente, apresenta folhas alternas e cresce a partir de uma roseta de folhas … Continuar a ler

Publicado em Escrofulariáceas | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Erva-do-mau-olhado (Scrophularia scorodonia L.)

Também chamada de escrofulária, a erva-do-mau-olhado fica a dever esta misteriosa alcunha ao facto de tratar com eficácia uma grande variedade de maleitas, sobretudo as que em tempos eram atribuídas às artes obscuras da feitiçaria. Mitos à parte, estamos perante uma … Continuar a ler

Publicado em Escrofulariáceas | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Dedaleira (Digitalis purpurea ssp. purpurea L.)

Extraordinariamente bela e proporcionalmente cardiotónica… ou cardiotóxica, dependendo do uso, curativo ou assassino, que se lhe queira dar… Identificação: Por vezes integrada na família das Plantagináceas, a dedaleira é uma herbácea plurianual, de raiz muito clara e crescimento erecto até … Continuar a ler

Publicado em Escrofulariáceas, Plantagináceas | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Bocas-de-lobo (Misopates calycinum (Vent.) Rothm.)

Esta famosa escrofulariácea não fica atrás das espécies híbridas cultivadas em jardins. São, antes, o seu estado mais belo e puro. Identificação: Herbácea anual, de crescimento erecto/ramificado, que pode chegar ao 90 cm de altura. Totalmente glabra com excepção da inflorescência, … Continuar a ler

Publicado em Escrofulariáceas | Etiquetas , , | Publicar um comentário