Arquivo da Categoria: Fabáceas

Pascoinhas (Coronilla glauca L.)

Pequenas coroas áureas glorificam as bordaduras dos bosques ibéricos na espera pela entronização.    Identificação: Arbusto glabro que pode ultrapassar 1.50 m de altura. Muito ramificado, apresenta folhas verde-azuladas divididas em folíolos ímpares (1-3) e abovados, de ápice truncado, com … Continuar a ler

Publicado em Fabáceas | Etiquetas , , , | 1 Comentário

Tojo (Ulex europaeus L.)

«Há bruxas que dançam quando a noite dança São unhas de nojo São bicos de tojo No tambor da esperança.» Carlos de Oliveira in «Mãe Podre» Identificação: Arbusto que pode ultrapassar 1,5 metro de altura, por vezes prostrando-se. As ramagens … Continuar a ler

Publicado em Fabáceas | Etiquetas , , , | 1 Comentário

Vícia (Vicia villosa Roth.)

No meio dos pastos e das terras incultas, esta pequena fabácea destaca-se pela cor intensa dos seus pequenos cachos modestamente inclinados. Identificação: Fabácea trepadora, de raiz aprumada, caules ocos e folhas estreitas, pinuladas e algo pubescentes. Apresenta flores pequenas, arroxeadas … Continuar a ler

Publicado em Fabáceas | Etiquetas , , , | 1 Comentário

Trevos-do-campo (Trifolium spp.)

São muitos e variados, vestem o chão dos prados terofíticos e dos ruderais, cobrem as bermas dos caminhos no Inverno, invadem relvados em busca de frescura no Verão. Tornaram-se também citadinos, colonizadores saciantes e insaciáveis, estão onde quer que encontrem … Continuar a ler

Publicado em Fabáceas | Etiquetas , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Rabo-de-gato (Trifolium angustifolium L.)

Pode à primeira vista parecer tratar-se de uma gramínea, mas uma observação mais próxima depressa desfaz a confusão. Esta enigmática espiga é, na verdade, um trevo. Identificação: Esta leguminosa pode atingir cerca de 90 cm, mas o mais comum é … Continuar a ler

Publicado em Fabáceas | Etiquetas , , , | 1 Comentário

Melilotos (Melilotus spp.)

Confesso que não esperava encontrar esta delicada plantinha por estas paragens. Felizmente, os terrenos baldios ainda dão guarida a muitas espécies que de outro modo já não fariam parte das nossas vidas, cada vez mais afundadas no cimento e no … Continuar a ler

Publicado em Fabáceas | Etiquetas , , , , , , | 1 Comentário

Luzerna-preta ( Medicago polymorpha L.)

Parente próxima da já tão geneticamente modificada alfafa (M. sativa), a luzerna-preta, comum nos nossos campos, é a sua melhor alternativa, tanto para alimentação do gado como para consumo humano. Identificação: Herbácea rasteira, de crescimento geralmente semi-prostrado, de caules muito … Continuar a ler

Publicado em Fabáceas | Etiquetas , , , , | 1 Comentário