Arquivo da Categoria: Poáceas

Poaceae (Poáceas/Gramíneas)

As gramíneas são, a par das asteráceas (compostas), uma das famílias mais numerosas em botânica – cerca de onze mil espécies conhecidas distribuídas por 650 géneros. Para além de contribuírem para a conservação dos ecossistemas, pela sua capacidade de dispersão … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Milho-painço (Panicum miliaceum L.)

Também chamado milhete ou millet, este foi em tempos um dos cereais mais cultivados nas paisagens alentejanas no tempo do Império Romano. Hoje vê-se resgatado pela cozinha macrobiótica e vegetariana. Identificação: Gramínea anual de cerca de 1m de altura, folhagem … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , , , | 1 Comentário

Trigo-de-perdiz (Aegilops ovatus L.)

De pequena e delicada estatura, esta gramínea dissemina-se pelos solos entre as demais espécies, escapando por vezes à nossa atenção. Identificação: Estando atentos, encontrá-la-emos sem dificuldade, apesar de se disfarçar no chão. Com efeito, o trigo-de-perdiz atinge pouco mais de … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , , | 1 Comentário

Trigo (Triticum aestivum L.)

Cereal nobre e nutritivo, um companheiro do Homem desde os primórdios do Holoceno e símbolo da domesticação da Natureza. Identificação: Gramínea que normalmente ultrapassa um metro e meio de altura. As inflorescências organizam-se em espigas compactas e detêm inúmeros grãos … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , , , | 1 Comentário

Sorgo (Sorghum alepense L.)

Armadas com varas de sorgo, na Noite inquisitorial, as bruxas malignas lutavam contra os espíritos benandantes pela posse das colheitas. Identificação: Gramínea perene, de altura compreendida entre os 50cm e os 2 metros, glabra. Folhas de aproximadamente 2cm de largura, … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , , , , | 1 Comentário

Relva-dos-caminhos (Poa annua L.)

Quem nunca a pisou? Identificação: Passa facilmente despercebida por entre as pedras das calçadas, lugar que habita com muita frequência e onde raramente ultrapassa poucos centímetros de altura, formando tufos compactos e muito verdes. As suas panículas abertas são réplicas … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , , | 1 Comentário

Raposa-dos-pântanos (Pennisetum alopecuroides L.)

Penas delicadas suavizam o vento estival que as agita à superfície de um mar de verdura. Identificação: Gramínea de crescimento erecto (cerca de 1 m), de folhas longas de finas, arqueadas ao sabor do vento, formando tufos densos, dos quais … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , | 1 Comentário

Rabo-de-raposa (Alopecurus arundinaceus Poir.)

Intrigante e macia, convida ao toque. Faz lembrar uma alpista, e não anda longe de o ser. Identificação: Gramínea perene, de folhas estreitas e agudas, apresenta uma inflorescência alongada, de aristas longas e macias, que lhe conferem um aspecto aveludado. … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , , | 1 Comentário

Rabo-de-lebre (Lagurus ovatus L.)

Macias e por vezes difíceis de encontrar, estes autênticos peluches transformam a aparência dos campos, sobrepujando todas as outras gramíneas com as quais partilham o chão. Identificação: Esta gramínea de cerca de 50cm de altura é inconfundível devido às suas … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , , | 1 Comentário

Rabo-de-cão (Rostraria cristata (L.) Tzvelev.)

Linhas modernas e geometrizantes formam campos antigos. Identificação: Gramínea de aproximadamente 30 cm de altura, podendo em alguns caso ultrapassar os 60 cm, de crescimento erecto ou geniculado, folhas estreitas (não mais de 8mm), glabras ou ligeiramente vilosas, panícula cilíndrica, … Continuar a ler

Publicado em Poáceas | Etiquetas , , | 1 Comentário